PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
24 de Setembro de 2013 | Notícias | Economia

Grande ABC deve movimentar R$ 51 milhões no Dia das Crianças

Pesquisa de Intenção de Compra - Dia das Crianças 2013 do Observatório Econômico da Faculdade de Administração e Economia da Universidade Metodista foi divulgada nesta terça-feira

São Bernardo do Campo, 24 de setembro de 2013 – Os gastos com presentes para o Dia das Crianças, que acontece no próximo dia 12 deverá movimentar aproximadamente R$ 51 milhões na região do Grande ABC. Esta é uma das conclusões da Pesquisa de Intenção de Compra - Dia das Crianças 2013, realizada pelo Observatório Econômico da Faculdade de Administração e Economia da Universidade Metodista de São Paulo.

Isso significa um aumento de R$ 6 milhões em relação ao ano passado, quando a pesquisa apontou uma expectativa de movimentação de R$ 45 milhões. Para efeito de comparação, considerando a inflação acumulada nos últimos 12 meses de aproximadamente 6,5%, o mercado do Grande ABC deve crescer em torno de 6% em relação ao Dia das Crianças de 2012.

De acordo com os dados levantados na pesquisa, o valor médio a ser gasto por presente é de R$ 137,40. Já o valor total que os consumidores pretendem gastar com presentes neste Dia das Crianças é de R$ 255,09. Em comparação ao ano passado, o preço médio apresentou um aumento real de 12%, e os gastos totais planejados 20%.

Com relação ao nível de renda, 60,2% dos entrevistados revelaram ter renda familiar até 5 salários mínimos (R$ 3.390). Entretanto, a maior concentração está entre 5 e 10 salários mínimos (entre R$ 3.390 e R$6.780).  A disponibilidade de renda familiar mostrou ser um importante determinante das escolhas dos consumidores, influenciando as decisões referentes ao tipo de comércio, o preço, até a disposição em gastar.

Os principais presentes deverão ser bonecas (36,3%) e vestuário (17,2%) para as meninas e vestuário (21,9%) e carros e aviões de controle remoto (11,4%) para os meninos.

O principal meio de pagamento utilizado nas compras deverá ser o dinheiro (40,1%), seguido pelo cartão de débito (31,1%) e de crédito (26,7%). Isso significa que aproximadamente 71,2% dos consumidores revelaram preferir realizar o pagamento à vista, apontando uma elevação em relação ao Dia das Crianças de 2012 e uma queda no pagamento com cartão de crédito.

Em relação à mobilidade, 23,8% dos consumidores tende a realizar as compras em um município diferente do que reside. Os principais estabelecimentos apontados foram os shoppings (39,1%) e o comércio formal do centro das cidades (31,6%). Santo André lidera como local preferido das compras, com 23,2%.

Os consumidores que revelaram ter preferência por comprar no shopping também apresentam maior disposição em gastar e menor sensibilidade ao preço do produto, comparativamente aos que declararam planejar efetivar a compra no comércio do centro das cidades.

Metodologia e Amostra

Para possibilitar o aprofundamento do conhecimento sobre o comportamento do mercado consumidor da região para o Dia das Crianças, aplicamos um questionário com cerca de 30 questões, no qual procuramos identificar:

•        Perfil dos consumidores

•        Identificação das pessoas a serem presenteadas

•        Determinantes da decisão de consumo

A coleta das informações foi realizada nos sete municípios que compõe o Grande ABC. A distribuição da mesma foi realizada de forma proporcional à população de cada um dos municípios.

Os locais de aplicação do questionário concentram-se nos principais shoppings de cada município e nas principias áreas de comércio no centro das respectivas cidades.

A amostra de aproximadamente 1.000 questionários garante um grau de confiança de 95%, com margem de erro próximo a 3 pontos percentuais. Após a análise da base dados, o processo de validação efetivou 824 entrevistas, que passaram a compor a amostra efetiva do estudo. A aplicação dos questionários foi realizada por equipes das Associações Comerciais e, também, por alunos do curso de Ciências Econômicas Universidade.

A pesquisa foi aplicada entre os dias 6 e 16 de setembro. Este intervalo foi escolhido para que houvesse tempo suficiente para a tabulação e análise dos dados, e para a divulgação dos mesmos com alguma antecedência em relação ao dia 12 de outubro.

 

Da Universidade Metodista de São Paulo

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: