PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
8 de Fevereiro de 2018 | Notícias

Companheiros aprovam greve dia 19

Fotos: Adonis Guerra

Na Assembleia Popular contra a reforma da Previdência realizada ontem à noite, na rua do Sindica­to, os metalúrgicos do ABC, trabalhadores de diversas categorias e representantes de movimentos sociais aprovaram a greve no dia 19.

“Resistiremos de todas as formas ao golpe que está sendo dado em cada um de nós. Resistiremos, unidos, à reforma Trabalhista, ao processo de terceirização e ao projeto de reforma da Previdência”, afirmou o presidente do Sindicato, Wagner Santana, o Wagnão.

“O que estamos fazendo é a luta de clas­ses e os companheiros aqui não desistem jamais da luta”, prosseguiu.

Wagnão alertou que a história não pode se repetir agora como o que aconteceu no descobrimento do Brasil, que já desviava pau-brasil, entregando as riquezas do País e explorando a população.

“Nós temos coragem de sair às ruas e dizer aos que nos enfrentam que queremos um Brasil diferente daquele que querem implementar, que não tem nenhum com­promisso com os trabalhadores nem com as gerações futuras”, defendeu.

“Querem nos convencer de que não há saída para o povo coletivamente e que cada um se vire e se arranje. Mesmo sem ter trabalho decente, só trabalho precário, o trabalhador que se vire para dar uma vida digna àqueles que dependem dele”, disse.

“Essa é a lógica do golpe ao precarizar o mundo do trabalho, ao retirar o acesso à saúde e educação, enquanto as mul­tinacionais e os bancos são favorecidos com isenções fiscais de bilhões de reais”, criticou. “Nós, trabalhadores, temos um projeto de País diferente, de um Brasil para todos”, concluiu.

A Assembleia Popular integra a Jornada Nacional de Luta contra a reforma da Pre­vidência convocada pela CUT e as demais centrais sindicais, que definiram o dia 19 de fevereiro como o Dia Nacional de Luta.

Os Metalúrgicos do ABC têm realizado assembleias, mobilizações e #Patulê, com entrega da Tribuna em mãos aos compa­nheiros nas fábricas da base para alertar os trabalhadores sobre os retrocessos que a reforma da Previdência representa.

Da Redação. 

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: