PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
12 de Abril de 2018 | Notícias

Atos em defesa de Lula Livre são realizados no Brasil e no mundo

As mobilizações pela liberdade de Lula e em repúdio à prisão política se es­palham pelo Brasil e pelo mundo. As frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo orga­nizaram na tarde de ontem o Lula Livre, com ato político na Praça da Sé e caminhada até a Praça da República, em São Paulo, onde estava marcado o ato cultural dos artistas.

Também foram realizados protestos em Ala­goas, Bahia, Brasília, Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Sergipe.

A Comissão de Direitos Humanos do Senado aprovou ontem requerimento da senadora Va­nessa Grazziotin, do PCdoB-AM, que solicitou a realização de diligências na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba para verificar as con­dições de encarceramento de Lula e dos demais presos no prédio.

O pedido foi feito após nove governadores serem impedidos na terça-feira, dia 10, de visitar o ex-presidente. “Estivemos aqui e sempre estaremos ao seu lado, firmes na luta”, escreveram os gover­nadores em carta.

Moradores próximos ao acampamento da resistência, em Curitiba, onde Lula está, abriram suas casas para receber as pessoas que estão em vigília permanente. Doações chegam de toda a parte para apoiar os companheiros acampados. Entre os itens estão água, alimentos, roupas, co­bertores, produtos de limpeza e higiene.

O diretor Administrativo do Sindicato, Moisés Selerges, em entrevista à jornalista alemã Martina Farmbauer, do az Aargauer Zeitung, falou sobre o movimento sindical e a prisão de Lula ontem, na Sede.

PELO MUNDO

Em Barcelona, a presidenta Dilma Rousseff falou no Colégio de Advogados da Espanha sobre as ameaças à democracia no Brasil e reiterou as denúncias da prisão política de Lula.

Em reunião da IndustriALL Global Union, federação internacional dos trabalhadores na indústria, o secretário-geral, Valter Sanches, e sindicalistas de 25 países da África Subsaariana manifestaram apoio e solidariedade a Lula. Em vídeo gravado no Senegal, mais de 60 represen­tantes pedem por Lula Livre.

Ontem foi realizado ato pela liberdade de Lula no Parlamento Europeu, em Bruxelas, na Bélgica. A manifestação contou com parlamentares eu­ropeus, do Mercosul, centrais sindicais dos dois continentes e militantes.

As ruas das embaixadas do Brasil foram sede de manifestações em solidariedade a Lula na Argentina, Equador e Itália. Em Lima, no Peru, a prisão política de Lula foi denunciada na abertura da Cúpula dos Povos.

CARTAS PARA LULA

A campanha para que as pessoas escrevam cartas com mensagens de apoio, solidariedade e esperança a Lula está sendo divulgada nas redes sociais. Centrais de cartas Lula Livre foram criadas para que o povo escreva suas cartas.

Em São Paulo, a central está na Praça da Re­pública, à esquerda da Rua Caetano de Campos. Em Brasília, na rodoviária do Plano Piloto e, em Curitiba, no acampamento da resistência Lula Livre, próximo à PF, no bairro Santa Cândida.

Quem quiser pode enviar as cartas para: Superin­tendência da Polícia Federal – Para: Luiz Inácio Lula da Silva – Rua Profª. Sandália Monzon, 210, Santa Cândida, Curitiba/PR. CEP: 82640-040.

Da Redação. 

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: