PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
17 de Maio de 2018 | Notícias

Sindicato lamenta a morte de José Mahon, o padre operário

Fotos: Divulgação

A Diretoria dos Metalúrgi­cos do ABC lamenta a morte do padre José Mahon, que atuou por 55 anos na Diocese de Santo André e combateu a ditadura militar. O padre tinha 92 anos e lutava contra leucemia na França, sua terra natal, para onde tinha voltado em setembro de 2016.

Na década de 1960, traba­lhou na Villares. Ficou conhe­cido como ‘padre operário’. Na ditadura, escondia os persegui­dos pelo regime nas paróquias em que atuava.

Em depoimento gravado na ocasião do seu retorno à Fran­ça, Lula homenageou o padre. “Agradeço em nome dos traba­lhadores brasileiros, com quem sei que conviveu por muitos anos, trabalhou, viveu o mundo da classe operária brasileira e do ABC. Muito obrigado por sua luta em defesa dos traba­lhadores brasileiros, da igreja e, sobretudo, por existir”, disse.

O bispo da Diocese de Santo André, dom Pedro Carlos Ci­pollini, também homenageou o padre. “Em um tempo difícil, durante a noite escura da dita­dura militar e das greves ope­rárias no Grande ABC, ele foi uma coluna de ferro levantada por Deus na nossa igreja para defender os pobres”.

Lula Livre

O monge beneditino Mar­celo Barros contou sobre a visita que fez a Lula na segunda, dia 14, na Superintendência da Po­lícia Federal em Curitiba.

“ O ex-presidente lembrou que quando era menino, por um tempo, ajudava o tio em uma venda. E queria provar um chiclete americano que tinha aparecido naqueles anos. Assim como na feira, queria experimentar uma maçã argen­tina que nunca havia provado. No entanto, nunca provou nem uma coisa nem outra para não envergonhar a mãe”, relatou. “Agora esses moleques vêm me chamar de ladrão”.

Lula enviou uma mensagem ao povo por meio do monge. “Diga que estou sereno, embora indignado com a injustiça sofri­da. Creio que na realidade atual brasileira, tenho condições de ajudar o Brasil a voltar a ser um País mais justo e a lutar para que, juntos, construamos um mundo no qual todos tenham direitos iguais”, disse.

O ator Herson Capri visitou a vigília Lula Livre no sábado, dia 12. “O mundo inteiro já sabe que Lula é inocente. Seu governo foi o melhor que já existiu, mas falam em popu­lismo, quando, na verdade, se trata de um governo popular, que governou para o povo, para quem precisa”, afirmou.

O ator Herson Capri, o coordenador da Regional Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra do Sindicato, Marcos Paulo Lourenço, o Marquinhos e a mascote do acampamento, a cachorra Resistência

Bastidores do golpe

‘O Processo’, documentário dirigido pela cineasta Maria Augusta Ramos, aclamado fora do País, estreia hoje nas salas de cinema do Brasil. O filme traz os bastidores do golpe que culminou no impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

Da Redação.  

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: