PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
12 de Junho de 2018 | Notícias

Acordo é aprovado pelos companheiros na Magna Cosma

Fotos: Edu Guimarães

Em assembleia na última sexta-feira, 8, na Regional Diadema, os companheiros na Magna Cosma, em São Bernardo, aprovaram por unanimidade o plano de indenização negociado pelo Sindicato, em função do fe­chamento da fábrica. O acor­do assegura direitos e garante um pacote adicional a todos os trabalhadores. A empresa encerrará as atividades em 1º de agosto deste ano.

Desde o anúncio do fe­chamento da unidade da cidade, decidido pela matriz canadense e comunicado em 11 de maio, os Metalúrgicos do ABC intensificaram as conversas com a direção da Magna Cosma para tentar manter a planta e o empre­go dos 148 trabalhadores. Porém, com a decisão irre­versível de fechamento, pas­saram a discutir um pacote de benefícios.

“Pelas garantias conquista­das e por contemplar todos os companheiros, esse acordo foi aprovado por unanimidade”, destacou o coordenador de São Bernardo, Genildo Dias Pereira, o Gaúcho.

Segundo o coordenador, um dos grandes avanços na negociação está na garantia de um pacote com valor fixo tam­bém para os contratados por tempo determinado, inclusive os terceirizados. “Esse ponto intensificou muito o debate, o que resultou em uma valorosa conquista, pois não podíamos deixar esses trabalhadores saí­rem de mãos vazias”.

Ele lamentou o fechamento da planta, agradeceu e parabeni­zou os dois integrantes do CSE na fábrica, Davi Leandro da Silva Souza e Vinícius de Oli­veira Dionísio a quem chamou de dois gigantes. “Foram oito longas reuniões, com mais de 30 horas de debate, decidimos só trazer a proposta quando contemplasse os anseios do pessoal do chão de fábrica. Rejeitamos as duas primeiras apresentadas pela direção, de­pois disso a empresa passou a discutir com mais seriedade”, relembrou.

Além das garantias financei­ras, o pacote estende por seis meses os benefícios de assis­tência médica e odontológica e ticket alimentação que podem ser recebidos em dinheiro, exceto aos afastados pelo INSS.

Os trabalhadores que con­tinuarem na fábrica por mais algum tempo para atender a demanda de produção terão os mesmos benefícios. Já os que forem convidados para atuar em uma das outras plantas te­rão a garantia de recebimento do pacote, caso sejam demiti­dos em até 12 meses.

Da Redação. 

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: