PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
26 de Outubro de 2018 | Notícias

Universidades federais são invadidas pela polícia

O DCE da UFGD, em Dourados, soltou nota em repúdio à censura sofrida. O Diretório realizava uma aula pública sobre o fascismo quando recebeu mandado judicial para suspender a atividade. A polícia abordou integrantes do Diretório, coletou nomes e tirou fotos. “Repudiamos esse ato de censura à liberdade de manifestação e reunião de pessoas. Não nos calaremos!”, diz a nota.

Na UFCG, em Campina Grande, a PF invadiu a sede da ADUFCG, sindicato docente, para apreender material sobre o programa "Universidade é democracia" alegando que fazia propaganda eleitoral.

Na ocasião tentaram prender professores, mas foram interpelados pelas forças da universidade.

A ordem judicial tinha como objetivo a “busca e apreensão de panfletos intitulados Manifesto em Defesa da Democracia e da Universidade Pública”.

Na UFF, em Niterói (RJ), uma bandeira com dizeres "Direito UFF Antifascista" foi retirada por fiscais do TRE-RJ (Tribunal Regional Eleitoral do Rio), na noite do último dia 23, da fachada da faculdade.

O diretor da faculdade, Wilson Madeira Filho, disse que a ação foi feita sob escolta de policiais militares armados e sem mandado expedido.

Da Redação. 

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: