PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
31 de Outubro de 2018 | Notícias

Acordo mantém empregos na Dura Automotive

Todos os companheiros na empresa em Rio Grande da Serra terão estabilidade até março do ano que vem; muitas demissões foram evitadas

 

Os trabalhadores na Dura Automotive, em Rio Grande da Serra, aprovaram, por unanimidade o acordo negociado pelo Sindicato que garante estabilidade dos companheiros até 1º de março. A assembleia foi realizada na última quinta-feira, 25. Os representantes dos Metalúrgicos do ABC procuraram a direção da fábrica após anúncio de que postos de trabalho estavam ameaçados.

O coordenador da Regional Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra e trabalhador na Dura Automotive, Marcos Paulo Lourenço, o Marquinhos, explicou a negociação. “Por conta da diminuição na demanda, os patrões anunciaram a possibilidade de demissão. Assim que soubemos que os empregos estavam ameaçados, chamamos a direção para conversar. Após algumas reuniões, conseguimos um acordo, negociado diretamente com o Sindicato, que garante que ninguém será demitido nos próximos três meses, valendo a partir de 1º de novembro, com mais um mês de estabilidade, podendo ser prorrogado por mais três meses”.

“Os trabalhadores ficaram muito contentes porque vão passar o final do ano mais tranquilos, com a certeza de estar empregados”, reforçou.

Presente na assembleia, a diretora executiva dos Metalúrgicos do ABC, Michelle Marques, reforçou a importância da conquista. “Na conjuntura atual, ter um acordo que garanta que o trabalhador poderá pagar suas contas nos próximos meses é algo para ser comemorado”.

CSES

“Por conta das ameaças de demissão, os companheiros estavam trabalhando muito angustiados, o que é perigoso, já que eles podem se distrair e se envolver em acidentes de trabalho”, declarou o CSE e representante da CIPA, André do Nascimento, o Cabelo.

“Quando o Sindicato faz acordos que não envolvem questões financeiras, o trabalhador tende a esquecer muito rápido. Acordos como esse precisam ser mais valorizados pela companheirada, pois envolvem questões sociais e nos trazem certa tranquilidade”, afirmou o CSE, Carlos Alberto Queiroz Rita, o Somália.

 

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: