PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
6 de Novembro de 2018 | Notícias

Centrais vão intensificar luta contra a reforma da Previdência

Foto: Adonis Guerra

As centrais sindicais CUT, CSB, CSP-Conlutas, CTB, Força Sindical, Intersindical e Nova Central divulgaram nota conjunta na quinta-feira, dia 1º, em que reafirmam a luta em defesa dos direitos da classe trabalhadora e assumem o compromisso de criar uma campanha nacional contra o fim da aposentadoria dos brasileiros.

“Se o governo Bolsonaro insistir no desmonte do sistema da Previdência Social, vamos reagir, vamos mobilizar os trabalhadores e trabalhadoras, ir às ruas, ao Congresso. E já vimos que as declarações do presidente eleito não são animadoras”, afirmou o secretário-geral CUT, Sérgio Nobre.

Os representantes das sete centrais se reuniram na sede do Dieese, em São Paulo, para elaboração do documento unitário com as próximas ações do movimento sindical.

Na pauta das centrais está a intensificação da luta contra a proposta de reforma da Previdência; organizar o movimento sindical e os segmentos sociais para esclarecer e alertar a sociedade sobre a proposta de fim da aposentadoria; retomar a luta por uma Previdência Social pública, universal, que acabe com os privilégios e amplie a proteção social e os direitos.

Também ficou decidida a realização de um seminário, em 12 de novembro, para organizar a campanha nacional sobre a Previdência que os trabalhadores querem.

Da Redação. 

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: