PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
7 de Novembro de 2018 | Notícias

Metalúrgicos do ABC acompanham discussão sobre indústria 4.0 no Ministério do Trabalho

O secretário-geral do Sindicato, Aroaldo Oliveira da Silva, e o diretor executivo do Sindicato, responsável por políticas industriais, Wellington Messias Damasceno, participaram, no último dia 25, de uma audiência pública no Ministério do Trabalho para debater o futuro do trabalho e a formação profissional em relação a indústria 4.0.

Um grupo foi montado dentro do Ministério do Trabalho para discutir o assunto e os Metalúrgicos do ABC têm cobrado a inclusão e a participação constantes dos sindicatos que representam os trabalhadores nessa discussão.

“Precisamos acompanhar esses debates para saber qual caminho o governo pretende seguir para a indústria 4.0. Os trabalhadores têm buscado ocupar todos os fóruns, se posicionar em defesa do emprego, da produção de inteligência no Brasil, que é o que gera empregos. Nosso papel é defender que tanto governo como empresas tenham parte no custeio da qualificação ou na requalificação dos trabalhadores na nova indústria”, defendeu o diretor. 

 Da redação

O secretário-geral do
Sindicato, Aroaldo Oliveira
da Silva, e o diretor
executivo do Sindicato,
responsável por políticas
industriais, Wellington
Messias Damasceno, participaram,
no último dia 25,
de uma audiência pública
no Ministério do Trabalho
para debater o futuro
do trabalho e a formação
profissional em relação a
indústria 4.0.
Um grupo foi montado
dentro do Ministério do
Trabalho para discutir o
assunto e os Metalúrgicos
do ABC têm cobrado a
inclusão e a participação
constantes dos sindicatos
que representam os trabalhadores
nessa discussão.
“Precisamos acompanhar
esses debates para saber
qual caminho o governo
pretende seguir para
a indústria 4.0. Os trabalhadores
têm buscado
ocupar todos os fóruns, se
posicionar em defesa do
emprego, da produção de
inteligência no Brasil, que
é o que gera empregos.
Nosso papel é defender
que tanto governo como
empresas tenham parte no
custeio da qualificação ou
na requalificação dos trabalhadores
na nova indústria”,
defendeu o diretor.

 

 

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: