PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
14 de Novembro de 2018 | Notícias

FEM-CUT fecha acordo com Estamparia e assina hoje a Convenção Coletiva

O acordo contempla 1.080 metalúrgicos e metalúrgicas no ABC

Fotos: Adonis Guerra

Após diversas rodadas de negociação, os representantes de Federação Estadual dos Metalúrgicos, FEM-CUT, chegaram a um acordo com a bancada patronal da Estamparia.  A Convenção Coletiva de Trabalho, CCT, será assinada hoje, às 10h na Fiesp, em São Paulo.

O reajuste garantido é de 5,19% em duas vezes, sendo 3,64% retroativo a setembro e 1,5% em março sobre o salário de fevereiro. O acordo contempla 1.080 metalúrgicos e metalúrgicas no ABC.

“Foi muito trabalhoso, iniciamos as negociações ainda no primeiro semestre, o patronal insistia em ajustar o salário apenas pelo INPC, 3,64%, sem aumento real, mas nosso compromisso desde o início da Campanha sempre foi a conquista do aumento real e conseguimos”, declarou o presidente da Federação, Luiz Carlos da Silva Dias, o Luizão.

Entre outras garantias, a CCT assinada assegura que as empresas discutam previamente com os sindicatos sobre a contratação de trabalhadores em jornada intermitente e que gestantes ou lactantes não trabalharão em local comprovadamente insalubre. A convenção tem validade por um ano.

G10

O grupo 10, historicamente o mais difícil de negociar, ainda não chegou ao reajuste de 5%, índice aprovado pelos companheiros em assembleia realizada na Regional Diadema, no dia 17 de outubro.  No ABC são 9.276 trabalhadores neste grupo.

O G10 é composto por empresas não organizadas em sindicatos patronais. A bancada é liderada pelo Departamento de Relações Sindicais da Fiesp, o DESIN, o último acordo com o grupo foi fechado em 2015.

Da Redação. 

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: