PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
5 de Dezembro de 2018 | Notícias

Universidade e trabalhadores debatem enfrentamento na nova conjuntura política

Foto: Divulgação

Na última quinta-feira, 29, o Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos sediou a atividade de formação, que visa aproximar a universidade do chão de fábrica, organizada pela Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT, CNM-CUT e Federação Estadual dos Metalúrgicos da CUT, FEM-CUT.

A convite das instituições, o professor de Economia da Universidade São Carlos, Ufscar, Joelson Carvalho, conversou com os dirigentes sobre o tema “Política e Trabalho: Consciência e Democracia”. Também fez análise de conjuntura o ex-ministro de Direitos Humanos no governo Lula, Paulo Vannuchi.

Os secretários de formação da CNM-CUT, José Roberto Nogueira da Silva, o Bigodinho e da FEM-CUT, Erick Silva destacaram que o intuito da atividade, que vem sendo desenvolvida ao longo desse ano, é discutir o cenário político atual e o caminho a ser trilhado.

“Fazer esse debate é importante para levar a universidade a conhecer o chão de fábrica, saber o que a academia está discutindo, para entender esse novo gerenciamento do país. É preciso pensar quais são os compromissos da universidade com a sociedade e quais os compromissos da sociedade nesse novo contexto. Precisamos estar muito atentos para ocupar os espaços e reverter o jogo”, afirmou Bigodinho.

“O futuro presidente e sua equipe econômica não deixaram claro como se darão os processos da pauta econômica e quais os impactos desses retrocessos na classe trabalhadora.  Então é preciso fazer essas reflexões juntos para saber como se proteger do que vem por aí”, reforçou o professor Joelson Carvalho.

Conselheiros do Sistema S se reúnem em Brasília

Na última reunião do ano dos Conselheiros do Sistema S, Senai e Sesi, realizada nos dias 26 e 27, em Brasília, os conselheiros cobraram da Confederação Nacional da Indústria, CNI, a necessidade de uma assessoria técnica e jurídica e a realização de um seminário para qualificar os conselheiros. 

“Precisamos dessa assessoria tanto técnica quanto jurídica para que quando chegarem as pautas dos encontros quadrimestrais estejamos bem qualificados para debater as pautas que são extensas e complexas”, destacou o secretário de Formação da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT, a CNM-CUT, e conselheiro do Senai, José Roberto Nogueira da Silva, o Bigodinho.

Outra questão importante levantada por Bigodinho é a participação dos conselheiros na discussão da grade de ensino técnico para esse novo mundo do trabalho.

“Esse novo mundo tem um novo conceito estrutural, um outro cenário nas fábricas que implica em mudanças culturais dos trabalhadores. Percebemos que o sistema S e as empresas estão muito preparados para lidar com as novas tecnologias, mas o Estado não. E qual é o papel do Estado e como o trabalhador estará inserido nesse novo contexto político e econômico? É isso que precisamos discutir”, detalhou.

Da Redação.

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: