PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
17 de Julho de 2019 | Notícias

9º Congresso do Sindicato debate a democracia em risco

Abertura será amanhã, às 18h, e todos os trabalhadores estão convidados a participar do debate sobre democracia brasileira

Democracia é o tema do primeiro dia de debates no 9º Congresso do Sindicato que começa amanhã e segue até sábado na Sede.  A escolha do assunto se dá, segundo o presidente dos Metalúrgicos do ABC, Wagner Santana, o Wagnão, em um momento em que esse sistema político está sob risco no Brasil.

“Democracia pressupõe, antes de mais nada, o direito de falar, a obrigação de ouvir e a necessidade absoluta de tolerar as divergências e tentar se colocar no lugar de quem está argumentando contrariamente ao que você pensa. Infelizmente esse direito é o maior risco que estamos sofrendo na sociedade”, detalhou.

“O que constatamos neste instante é que o processo desde o golpe de 2016 reflete uma postura contrária aos princípios democráticos. Para que ele tivesse sucesso, várias regras da democracia foram quebradas”, completou.

Wagnão destacou que a utilização de instrumentos e instituições do Estado, que  têm por obrigação preservar os direitos e o acesso à livre opinião, não estão fazendo seu papel.

“Temos presenciado a utilização de calúnias e mentiras como formas ‘legítimas’ de conduzir um processo com determinado objetivo, reforçado por uma ‘escandalização’ e facilitação da violência e do ódio como instrumentos de coibir o livre pensamento”.

O presidente lembrou que o Brasil vive um momento de intolerância em relação às pautas das mulheres, dos negros, sem-terra, sem-teto e de todos aqueles que, de alguma forma, vulneráveis perante à sociedade, dependem de uma proteção do Estado para exercer sua cidadania.

“Muito pelo contrário, o Estado tem se comportado por meio de seus governantes atuais, como opressor dessas minorias, calando-lhes, impedindo que se manifestem e se utilizando do aparato do Estado para impor sua ideologia e negam tê-la”.

“Portanto, o 9º Congresso acontece num momento extremante propício para o debate sobre democracia. Não sob a ótica do 8º Congresso, quando realizamos o debate ‘Democracia e Participação’, em que debatíamos os benefícios de um estado democrático de direito e de liberdade. Mas neste momento é fazer o debate em uma conjuntura adversa em que a democracia está sob risco e que só vamos valorizá-la quando a perdemos. Não podemos correr tal risco”, alertou.

“Podemos em uma democracia perder a eleição, mas em uma eleição jamais perder a democracia”, afirmou.

O primeiro dia do Congresso é aberto a todos os interessados. O credenciamento será a partir das 15h, e o início está marcado para 18h.

A abertura do 9º Congresso foi realizada no dia 9 de março de 2018, momento em que o Sindicato relembrou os 40 anos do 1º Congresso das Metalúrgicas do ABC, em 1978. As mobilizações e plenárias de tirada de delegados e delegadas por fábricas ou regionais foram feitas em março.

O Congresso foi interrompido na 3ª etapa, de mesas de debates, no dia 7 de abril, quando o STF (Supremo Tribunal Federal) rasgou a Constituição em mais uma atrocidade cometida contra a democracia no Brasil e com a prisão política do ex-presidente Lula.

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: