PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
18 de Setembro de 2019 | Notícias

Temer admite que foi golpe

Foto: Divulgação

Em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira 16, Michel Temer chamou o processo de impeachment da ex-presidenta Dilma de golpe e afirmou que se Lula não tivesse sido barrado para se tornar ministro, ele teria conseguido derrotar o processo no Congresso.

Temer usou duas vezes a palavra "golpe" para se referir à cassação do mandato de Dilma. "Eu jamais apoiei ou fiz empenho pelo golpe", disse. Um minuto depois, repetiu: "O telefonema do ex-presidente Lula revela, exata e precisamente, que eu não era, digamos, adepto do golpe".

Ele se referia a um diálogo divulgado pelo site The Intercept Brasil, em parceria com a Folha de São Paulo, que tratava de uma ligação de Lula para ele, pedindo para que usasse de sua influência junto ao MDB a fim de evitar o impeachment.

Isso reforça que a preocupação de Lula com a nomeação era salvar o governo e não evitar a sua própria prisão, como defendido pela Lava Jato e pela então oposição em março de 2016.

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: